Países que falam Português no Mundo

Entre os dez idiomas mais falados em todo o mundo, o português está na quinta posição. Atualmente, mais de duzentos e cinquenta milhões de pessoas são lusófonas.

A língua está presente na Europa, América, África, Oceania e até mesmo na Ásia.  A Seguir, conheça os países que falam português no mundo.

Portugal

Portugal - Principal país que falam português no Mundo

A língua portuguesa se originou no território histórico da antiga Galécia, hoje Galiza, e no norte de Portugal. Há mais de dois mil anos, o português foi incluído nos idiomas da Península Ibérica.

A língua, que deriva do latim, marca a trajetória do rei português D. Dinis I, que incluiu o idioma na Constituição Portuguesa, como língua oficial, em 1297.

Não é de se estranhar que a língua tenha se difundido por diversas partes do mundo, já que, Portugal foi um grande império colonial.

Brasil

Brasil - Maior país que tem o Português como idioma da América do Sul

O maior país da América Latina, o Brasil, se caracteriza por ser o único do continente a ter a língua portuguesa como oficial.

Ele é um dos países que falam Português e é responsável por 81% dos mais de 250 milhões de lusófonos de todo o mundo.

O território brasileiro foi um, dos diversos, encontrado pelos navegantes e exploradores portugueses, em 1500.

A região, até então, era habitada por indígenas que se diversificavam em grupos étnicos e culturais.

O país se homogeneizou, se transformando assim, em uma colônia do Império Português. O Brasil conquistou sua independência em 1822.

No entanto, desde a sua exploração, o único idioma oficial é o português. De acordo com a última pesquisa do censo, ainda existem no país mais de 300 etnias indígenas e 274 línguas e dialetos diferentes.

Angola

Angola - País do Continente Africano

Angola, o país africano caracterizado pela ampla exploração de petróleo, também tem a língua portuguesa como idioma oficial.

Angola é o país da África que tem o maior número de pessoas que usam o português como língua materna.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatísticas Angolano, atualmente, o país conta com mais de 28 milhões de habitantes.

Deste número, pelo menos 72% das pessoas são lusófonas. A influência da língua portuguesa no país africano se iniciou na segunda metade do século XVI, quando os portugueses chegaram na região.

Na época, Luanda, capital do país, abrigou os imigrantes de Portugal que transformaram Angola em um tráfego de escravos.

Os angolanos eram levados ao Brasil para trabalhar nas plantações de cana-de-açúcar e explorações de minas, principais obras-primas que abasteciam o mercado português.

Angola conquistou sua independência em 1975. O país possui mais dezenas de línguas e dialetos africanos, usados por muitos angolanos como língua materna, como por exemplo: o Umbundo, Ganguela, Quicongo, Cuanhama e Quimbundo.

Moçambique

Moçambique - Língua oficial o português

Moçambique, foi outro país ocupado pelos portugueses. A região foi invadida devido ao ouro procurado por comerciantes e garimpeiros portugueses.

Além disso, o comércio de escravos africanos era bastante comum no país.

A língua portuguesa é o idioma oficial de Moçambique. Mais de 50% da população é lusófona. Cerca de 39% dos habitantes usam o português como segunda língua.

No país existem muitos idiomas nacionais, dentre eles, estão: Lomué, Sena, Ronga, Makondé, Shona, Nianja e Macua.

No início do século XIV, bem antes dos portugueses se apropriarem da região de Luanda, navegações provenientes de Portugal “descobriram” o continente africano.

Os navegantes ocuparam o primeiro arquipélago encontrado: “As Ilhas Canárias”, localizado próximo ao litoral do Marrocos.

Cabo Verde

País Cabo Verde

A primeira conquista da tropa portuguesa foi em Ceuta, no norte da África. Após mais de 40 anos, o navegador e explorador português Diogo Gomes encontrou a Ilha de Santiago, considerada a maior do arquipélago de Cabo Verde.

A partir desta descoberta, todas as ilhas de Cabo Verde foram ocupadas. Os portos do litoral africano se tornaram locais de comércio entre os Portugueses e os demais europeus.

Por causa da grande influência de Portugal, a língua oficial da República de Cabo Verde, atualmente, é o português. No entanto, o segundo idioma do país, o crioulo também é usado por grande parte da população.

No total, dez ilhas fazem parte do arquipélago de Cabo Verde. Cada uma delas possui um dialeto variante do crioulo cabo-verdiano ou cabo-verdiana.

Em meados do século XVI, os portugueses foram expulsos por ingleses, holandeses e franceses dos portos considerados “os melhores” para fazer negócios e comercializar escravos.

Porém, a história entre Portugal e o continente africano não termina aí! Os exploradores Portugueses continuaram com uma parcela da África e conservaram as antigas colônias: Cabo Verde, Moçambique, Angola, São Tomé e Príncipe e Guiné-Bissau.

Guiné-Bissau

País Guiné-Bissau

Por falar em Guiné-Bissau, a colonização do país, que faz fronteira com Senegal, aconteceu em 1558, quando os portugueses fundaram a vila de Cacheu – cidade costeira, especialmente, criada para o comércio de escravos na região.

A língua portuguesa é idioma oficial desde a época em que o país era colônia Portuguesa – Guiné-Bissau se tornou independente no século XX.

No entanto, de acordo com estatísticas, menos de 30% dos habitantes falam português.

Já o crioulo, língua também falada em Cabo Verde, é usado por pelo menos 90% da população guineense.

Outros idiomas falados pelos habitantes de Guiné-Bissau são: Manjaco, Mandinga, além da língua francesa.

Guiné Equatorial

Guiné Equatorial

Recentemente, o atual presidente da República da Guiné Equatorial, também na África, decretou o português como idioma oficial do país, além do espanhol e do francês.

No entanto, a maior porcentagem da população utiliza outras línguas não oficiais.

O Fang, idioma africano, é falado por mais de 3 milhões de pessoas. A língua também possui diferente tipos de dialetos.

Outro idioma usado na República da Guiné Equatorial é o Pidgin Inglês, criado a partir da mistura de duas ou mais línguas.

São Tomé e Príncipe

São Tomé e Príncipe

Próximo a Guiné Equatorial está a República Democrática de São Tomé e Príncipe que é constituída por várias pequenas ilhas e duas grandes ilhas: Ilha de São Tomé e Ilha do Príncipe.

O território foi descoberto no ano de 1470 por navegadores portugueses. Desde o século XV, o arquipélago se tornou uma colônia portuguesa.

Em 1975, São Tomé e Príncipe conquistou sua independência. As ilhas eram usadas para o trabalho escravo no cultivo de cacau e cana-de-açúcar.

No entanto, diante da concorrência com a colônia portuguesa brasileira, a região acabou se tornando um local para comércio de escravos africanos.

Muitas revoltas marcaram a história do arquipélago.

Em uma das lutas internas, um escravo chamado Amador conseguiu controlar dois terços das terras.

No século XIX, o cultivo de café e cacau fizeram com que a agricultura do arquipélago intensificasse.

Mais de 98% dos moradores de São Tomé e Príncipe falam o português. Outros idiomas e dialetos também são usados pela população do arquipélago.

Macau

Macau

A língua portuguesa também chegou na Ásia. A região administrativa popular da China, Macau, foi colônia de Portugal durante 400 anos, e é um dos países que falam português no mundo.

No século XVI, a região foi ocupada por navegadores portugueses que transformaram o território em local de comércio entre a China, Japão e o continente europeu.

Embora, o português, assim como o chinês, seja um idioma oficial de Macau, atualmente, menos de 5% da população é lusófono.

Timor-Leste

Timor-Leste

Ainda na Ásia, encontramos a República Democrática de Timor-Leste. Localizado no sudoeste asiático, o país foi colonizado por Portugal no século XVI.

Quando conquistou sua independência, em 1975, foi ocupado pela Indonésia.

Em 1999, o governo indonésio deixou o território. Logo após o país reconquistar sua independência, se tornou integrante das Nações Unidas e também da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa.

Atualmente, o país asiático possui duas línguas oficiais: o tétum e o português.

Países que o Português não é oficial

Revirando o mapa-múndi, encontramos diversos outros países que falam a língua portuguesa, mas não a tem como oficial.

A Guiana Inglesa, localizada no norte da América do Sul, foi colonizada por espanhóis. No entanto, o sul e sudoeste do país fazem fronteira com o Brasil, o que explica a ampla distribuição da língua portuguesa pelo território.

A ilha de Bermudas é um território Britânico, porém, a língua portuguesa é bem difundida na região. Isto porque, 10% da população tem descendência portuguesa.

Localizada no noroeste da Peninsula Ibérica, a comunidade da Espanha, Galiza, é formada por diversas províncias. O sul do território faz fronteira com Portugal.

Além disso, a região foi um dos lugares onde o idioma português se originou. O castelhano e a língua galega são as línguas oficiais de Galiza, no entanto, parte da população considera o Galego como língua variante do português.

A língua portuguesa também está presente na Índia. Territórios da União da Índia, como: Damão e Diu, Goa, Dandrá e Nagar-Aveli fizeram parte do Estado Português da Índia.

Atualmente, menos de 10% da população de cada região fala o idioma.

A língua portuguesa também é bem difundida em Amabay, subdivisão administrativa do Paraguai; Rivera, no Uruguai; e, no arquipélago Antígua e Barbuda, localizado entre o mar do Caribe e o Oceano Atlântico.

Leia Também: