As Sete Maravilhas do Mundo Moderno

Como surgiu as sete maravilhas do mundo moderno?

A ideia de fazer uma ‘nova versão’ ou ‘revisão’ da lista das sete maravilhas do mundo (monumentos mais incríveis), nasceu na Suíça em 2005.

Uma organização chamada ‘New Open World Corporation’ fez um convite ao público para que, através da Internet, pudesse escolher estes novos e belos locais ou construções humanas.

Em uma espécie de concurso, eleitores dos quatro cantos deram sugestões e votos, e após um longo processo de seleção, conhecemos estas novas ‘Maravilhas’ (The Seven New Wonders).

Foram várias indicações, e dois anos depois a lista superava os duzentos lugares candidatos. Começou-se então um novo processo onde foram escolhidos setenta e sete deles, e na sequência apenas vinte e um monumentos.

Os responsáveis pela votação final foram os arquitetos liderados pelo ex-diretor geral da UNESCO, Federico Mayor, e aproveitaram a belíssima cerimônia realizada em Lisboa (Portugal, 2007) para destacarem que aquele era um concurso informal e popular, e que foram levados em conta os seguintes critérios para a escolha das construções: o valor histórico de cada uma, suas belezas, as relevâncias culturais e claro, o significado arquitetônico.

Os jurados revelaram que o total de votos ultrapassou cem milhões, além de milhares de ligações telefônicas vindas de todas as partes do mundo.

Apesar do sucesso absoluto, a UNESCO fez questão de afirmar que não apoiou a realização do evento pois, segundo ela, havia carência de critérios mais específicos e científicos para que as ‘Maravilhas’ fossem escolhidas.

Também apontou que o sistema de votação via Internet era falho, ou seja, o mesmo internauta poderia votar quantas vezes quisesse em um monumento.

Diferenças à parte, vamos conhecer as Sete Novas Maravilhas do Mundo Moderno: começando pela nossa!

 

Cristo Redentor

Cristo Redentor - Rio de Janeiro / Brasil

Principal cartão postal da cidade maravilhosa, o Cristo Redentor foi construído em 1931 e fica em Santa Teresa, bairro tradicional do Rio de Janeiro.

Moradores de bairros vizinhos também conseguem ter uma vista privilegiada do monumento, já que ele fica no Morro do Corcovado, a mais de setecentos metros do nível do mar.

É atualmente um dos maiores ícones do nosso país, visitado anualmente por milhões de turistas e brasileiros. Sua estrutura é formada por concreto e pedra-sabão, e sua altura chega aos trinta e oito metros.

 

Machu Picchu

Cidade de Machu Picchu / Peru

Mais conhecida como a ‘cidade perdida da civilização Inca’, fica no Peru e teve sua fundação por volta do ano mil quatrocentos e cinquenta.

Situada a oito mil pés (cerca de dois mil e quatrocentos metros) de altura do nível do mar, o local foi abandonado pelos Incas após o período colonial espanhol.

Contudo, a Espanha não teria encontrado a cidade quando ocupou a América do Sul, ‘deixando’ a descoberta para os Estados Unidos quase quinhentos anos depois.

A cidade fica na perigosa e atraente Cordilheira dos Andes, pertinho de Cusco. Toda construída de pedra, é visitada atualmente por milhares de turistas.

 

Coliseu

Coliseu em Roma / Itália, um das Sete Maravilhas do Mundo

Construído com concreto e areia, o ‘Colosseo’ (em italiano), é o famoso Anfiteatro Flaviano de Roma, capital da Itália.

Conhecido por seu formato oval, teve sua fundação ainda no século um, por imperadores da família Flavius, e tinha capacidade para até oitenta mil pessoas.

No local eram realizados combates entre gladiadores, encenações de feitos históricos e até mesmo execuções.

Já na era medieval, a construção recebeu outros ramos de negócios, e atualmente serve apenas para visitação do público, que viaja horas para conferir esta que é uma das ‘Maravilhas’ do mundo moderno.

A conhecida ‘Via Crúcis’, liderada pelo Papa, também tem início na parte da frente do Coliseu.

 

Taj Mahal

Taj Mahal - Índia - Sete Maravilhas do Mundo Moderno

Sem dúvida alguma, a maior e mais famosa atração da Índia. Foi construído todo em mármore branco e pedras preciosas no século dezessete, tornando-se o mausoléu mais visitado do país.

Situado em Agra, teve a colaboração de mais de vinte mil trabalhadores na obra comandada pelo imperador Shah Jahan entre 1632 e 1653.

O local fica sobre o túmulo de sua ex-esposa, Aryumand Banu Begam, que faleceu após dar à luz o décimo quarto filho.

Em sua volta há centenas de canteiros de flores, fontes e pilares refletindo a imagem dos edifícios, belas avenidas de árvores.

 

Chichén Itzá

Chichén Itzá - Yacatán no México

Enorme centro urbano, cercado por diversas fontes e pequenos rios. Fundada no ano 450 a.C. e, por ser um dos berços da civilização maia, a população era bastante diversa, resultado em uma incrível ‘mistura’ de estilos arquitetônicos.

Fica em Yucatán, no México, e é considerada uma ‘cidade templo’, com destaque para as situações Política e Econômica do povo maia.

Por lá, encontramos o ‘quarteto cartão postal’, formado pelo ‘Templo Chac Mool’ (estátuas de figuras humanas em posição reclinada, com a cabeça erguida e voltada para um dos lados, segurando uma espécie de bandeja sobre a barriga); a Praça das Mil Colunas (onde aconteciam negócios de compra e venda, avaliações de produtos e ofertas, formada por pilares gigantes); a Pirâmide de Kukulkán (utilizada muito para rituais ao deus de mesmo nome, com nove ‘andares’, fachadas, escadarias e um templo no topo); e por fim, o Campo de Jogos dos Prisioneiros (partidas violentas onde prisioneiros eram decapitados ao final).

 

Muralha da China

Muralha da China

Feita a pedido do imperador Qin Shihuang, que se preocupava com a proteção militar contra possíveis invasões de grupos nômades da Eurásia.

Composta por pedra, granito e tijolo, possuía cerca de vinte e um mil e duzentos quilômetros, começando em Dandong (Leste) e no Lago Lop (Oeste), e delineando a borda sul da Mongólia Interior.

Datada do século 3 a.C., a Muralha é um tanto quanto alta, são sete metros. Ela se destaca entre as principais atrações turísticas da China.

 

Ruínas de Petra

Ruínas de Petra - Jordânia

Quem visita esta memorável cidade histórica da Jordânia, encontra restos de diversas civilizações que ocuparam o local, famoso pela arquitetura esculpida em rocha e pelo grande número de pedras rosas, tendo sido batizada também de ‘Cidade Rosa’.

Árabes, romanos e bizantinos passaram por Petra, que registrou essa movimentação no ano 300 a.C. Terremotos devastaram tudo em 550 d.C.

Um lugar incrível para ser visitado no Oriente Médio. Alguns filmes foram rodados em pontos turísticos, como no edifício da Câmara do Tesouro.

Cada qual com sua beleza, especialidade, atrações e construções, pontos turísticos e histórias que as mais perfeitas lendas duvidariam.

Escolha o seu destino e boa viagem! Não esqueça de conferir antes, o que você pode (ou não) levar para estes locais.

Dentre os costumes estão shorts, sapatos leves, sandálias, máquinas fotográficas, celulares, água em garrafas, comida e remédios.

Fique atento(a) também nas recomendações dos países em relação às vacinas que são exigidas ou recomendadas para que o seu passeio seja perfeito.

Leia Também: